‘Acho um exagero’, diz Luxemburgo sobre críticas ao desempenho do Palmeiras

Treinador também afirma que Verón ‘estava fazendo falta’ durante período que ficou fora por lesão

  • Por Jovem Pan
  • 06/09/2020 16h16
César Grecco/Palmeiras'Ninguém quer enxergar as coisas positivas', diz Luxemburgo

Após a vitória por 2 a 1 sobre o Red Bull Bragantino fora de casa, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Vanderlei Luxemburgo admitiu que o Palmeiras precisa jogar melhor, mas disse ver uma certa “perseguição” em críticas que o elenco vem recebendo nas últimas rodadas. Com o resultado positivo, ele disse que o Palmeiras está “no caminho certo”.

“Com as críticas eu não tenho problema. Mas há muito tempo eu acho que há um exagero muito grande. São críticas exageradas para um time que só perdeu dois jogos no ano, foi campeão paulista, campeão na Flórida (torneio de pré-temporada), tem a defesa menos vazada. Ninguém quer enxergar as coisas positivas. Houve um exagero muito grande nas críticas. As críticas que não estamos jogando bem procedem. Não tem problema nenhum. Precisamos melhorar. Mas muitas críticas têm perseguição, de tempos em tempos. A gente sabe como funciona. Acho algumas um exagero e outras temos que conviver com elas”, analisou o treinador, que completou 400 jogos no comando do alviverde.

Luxemburgo admitiu que o time pode jogar melhor, mas preferiu valorizar os resultados da temporada. O time é o único invicto no Brasileirão, com 13 pontos em sete partidas, e tem um jogo a menos. “Estamos o caminho certo, sem dar resposta a ninguém, temos a nossa resposta interna. Tudo isso que acontece pertence ao futebol. Mas é importante refletirem que há um exagero muito grande, que com poucas rodadas, nada presta. E o Palmeiras não pode entrar nisso de que nada presta, a gente vem de conquista, mesmo não jogando bem. É melhor ganhar não jogando bem do que perder jogando bem. O exagero incomodou. Porque mesmo com muitos anos, nunca vi um exagero tão grande como esse que existiu nesse momento do Palmeiras”, afirmou.

Gabriel Verón

Depois de um longo período de recuperação, O jovem atacante saiu do bamco de reservas no segundo tempo para dar a vitória de virada para o Palmeiras, e foi elogiado pelo treinador. Ele não atuava desde março por uma lesão muscular. “O Veron já entrou diversas vezes, tem mais experiência. Estava fazendo falta, eu queria que ele voltasse. Ele tem o drible, a finalização, quebra linhas… Ele promete muito. Precisamos contar com ele”, avaliou Luxemburgo.

Na próxima rodada, o Palmeiras enfrenta o Corinthians, na quinta-feira, às 19h15, na Neo Química Arena. Para Luxemburgo, o mais importante neste momento é descansar os jogadores para o clássico. “Vamos colocar os caras no ‘pijama-training’. Descansar, é um clássico importante, eles têm um dia a mais de descanso. Vamos a partir de terça preparar o time. É um clássico importante, vamos jogar na casa deles”, afirmou Luxemburgo, lembrando que o Corinthians atuou no sábado contra o Botafogo.

* Com Estadão Conteúdo