Campeão da Copa Rio de 51 com o Palmeiras, Brandãozinho morre aos 89 anos

O ex-ponta-esquerda estava no grupo vencedor da competição realizada no Rio de Janeiro e que é tratada como Mundial de Clubes pelo Alviverde paulista

  • Por Jovem Pan
  • 05/01/2021 14h08 - Atualizado em 05/01/2021 14h21
Reprodução/PalmeirasBrandãozinho ganhou a Copa Rio de 1951 com o Palmeiras

O Palmeiras informou na tarde desta terça-feira, 5, que José Carlos Silveira Braga, conhecido como Brandãozinho, morreu aos 89 anos por causas naturais, em sua cidade natal, Boa Esperança do Sul, no interior de São Paulo – ele era casado com Andree Suzanne Braga, francesa da mesma idade, e não deixa filhos. O ex-ponta-esquerda era o único vivo do grupo campeão da Copa Rio de 1951, que é considerada pelo clube alviverde uma competição equivalente ao Mundial de Clubes. Entidade máxima do futebol, a Fifa, entretanto, ainda não reconheceu o título como tal. Saiba a história completa aqui.

“Com imensa tristeza, recebemos a notícia do falecimento de Brandãozinho, remanescente da geração da década de 50, responsável pela maior conquista da história da SEP, o título mundial interclubes de 1951. Uma perda irreparável para a #FamíliaPalmeiras e para o futebol brasileiro. Nossas condolências à família, aos amigos e aos fãs neste momento de profunda dor e consternação”, escreveu o Palmeiras em suas redes sociais.

Brandãozinho vestiu as cores do Verdão em 29 partidas (12 vitórias, 12 empates e cinco derrotas) e marcou 11 gols entre os anos de 1950 e 1952, fazendo parte do elenco campeão do Torneio Internacional de Clubes Campeões de 1951, à época com apenas 21 anos de idade. O ex-jogador não será velado devido às restrições sanitárias de prevenção do Covid-19.