Torcida do Palmeiras se revolta, xinga o time e atira cadeiras em campo durante jogo com o Flamengo

  • Por Jovem Pan
  • 01/12/2019 17h01
Peter Leone/Estadão ConteúdoFelipe Melo retira dois pedaços de cadeiras que foram arremessados em campo durante Palmeiras 1 x 3 Flamengo

A torcida do Palmeiras se revoltou, protestou contra o time alviverde e atirou cadeiras em campo durante a derrota por 3 a 1 para o Flamengo, neste domingo, no Allianz Parque.

Os gritos ofensivos começaram ainda no primeiro tempo. Assim que Arrascaeta abriu o placar para os cariocas, aos 4min, alguns torcedores do Palmeiras se amontoaram atrás do banco de reservas e passaram a pressionar o técnico Mano Menezes.

Depois, enquanto o Flamengo acumulava chances de gol, o estádio inteiro protestava. “Maurício Banana”, “time sem vergonha”, “Mattos, ladrão, pra fora do Verdão” e “ei, Mano, vai tomar no c…” foram alguns dos cantos entoados pela torcida.

Pouco antes do intervalo, Gabigol fez 2 a 0 para o Flamengo, e o Palmeiras saiu de campo vaiado. Ao se dirigir aos vestiários, Dudu chutou uma bola para longe. O camisa 7, por sinal, foi o único poupado pelas arquibancadas, que gritaram “Dudu Guerreiro” durante alguns momentos da partida.

Na segunda etapa, Gabigol anotou o terceiro gol rubro-negro, e alguns torcedores mais exaltados atiraram ao menos dois pedaços de cadeiras em campo. Felipe Melo foi até o árbitro, tirou dele os assentos e jogou o material para fora das quatro linhas. A arbitragem, no entanto, prometeu que relatará o ocorrido em súmula.