STJD adia julgamento e Deyverson fica livre para enfrentar o Atlético-MG

  • Por Jovem Pan
  • 05/11/2018 20h45
César Greco/Agência Palmeiras/DivulgaçãoDeyverson poderá entrar em campo no próximo domingo para enfrentar o Atlético-MG

Expulso na partida entre Palmeiras e Ceará, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, Deyverson será julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva por jogada violenta e pode ficar de fora de até seis jogos do time alviverde. No entanto, o julgamento não tem data para acontecer, deixando o camisa 16 livre para o próximo compromisso alviverde: domingo (11), contra o Atlético-MG.

Nesta segunda-feira (5), a Primeira Comissão Disciplinar do STJD, atendeu ao pedido do Ceará, que terá o técnico Lisca respondendo por ofensas à arbitragem e o seu auxiliar Márcio Henrique por desrespeito aos árbitros, e adiou o julgamento.

Além dos três, o técnico Luiz Felipe Scolari e o diretor de futebol do Palmeiras Alexandre Mattos também serão julgados pelas polêmicas ocorridas na partida entre os clubes. Eles responderão por conduta contrária à ética ao desrespeitarem a arbitragem, já que ao fim da partida, ambos questionaram a expulsão de Deyverson e os cartões amarelos.

Felipão, Lisca e se auxiliar correm risco de serem suspensos por até seis jogos, enquanto que o dirigente do Palmeiras pode ser suspenso por até 180 dias. A nova data do julgamento deve ser definida apenas na próxima semana.

Com informações de Agência Estado