Presidente do Cruzeiro calcula ‘prejuízo’ de R$ 100 milhões se time ficar na Série B

Com apenas 21 pontos e na 14ª colocação, a Raposa está em uma situação complicada na Segunda Divisão do futebol nacional

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2021 18h06 - Atualizado em 19/08/2021 20h04
Reprodução/CruzeiroSérgio Santos Rodrigues é o presidente do Cruzeiro

Com apenas 21 pontos e na 14ª colocação, o Cruzeiro está em uma situação complicada na Série B do Campeonato Brasileiro, mas segue acreditando no acesso à elite do futebol nacional. Além do discurso emotivo do técnico Vanderlei Luxemburgo, que viralizou nas redes sociais, o presidente Sérgio Santos Rodrigues também está confiante. A tarefa, no entanto, vai além de colocar a Raposa no topo do esporte nacional. De acordo com o mandatário cruzeirense, a permanência na Segunda Divisão acarretaria em um prejuízo de R$ 100 milhões. “[Não subir de divisão] Impacta em bilheteria, que certamente é muito maior na Série A, impacta em direito de TV, em patrocínio. É difícil estipular um valor, mas só a TV (direitos de transmissão) dá R$60 milhões [de diferença]. Por volta de 100 milhões no orçamento, algo nesse sentido”, explicou Sérgio, em entrevista ao podcast “Na Reserva”.

Recentemente, um vídeo de Luxemburgo conversando com os jogadores do Cruzeiro repercutiu nas redes sociais. Nele, o técnico diz: “Se fosse brigar para não cair, eu não viria para cá. Não estaria aqui. Eu vim porque temos números de jogos suficientes para subir. Agora, não cai do céu. Vamos buscar trabalhar muito para ir para a Primeira Divisão, essa é a expectativa de todos”, bradou, em vídeo gravado pelo departamento de comunicação do clube. A Raposa volta a campo nesta sexta-feira, 20, quando recebe o Confiança, no Mineirão.