Felipão prioriza Brasileiro e faz conta de jogos para o Grêmio sair da zona de rebaixamento 

O treinador garantiu que ainda irá pensar no confronto contra o Flamengo, pelas quartas de final da Copa do Brasil, mas que o objetivo é deixar a situação incômoda

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2021 15h42 - Atualizado em 19/08/2021 17h18
Foto: CHICO FERREIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Luiz Felipe Scolari, o Felipão, comandando o Grêmio contra o Cuiabá, pelo Brasileiro Luiz Felipe Scolari, o Felipão, comandando o Grêmio contra o Cuiabá, pelo Brasileiro

O Grêmio voltou a sentir o gosto da vitória na última quarta-feira, 18, quando derrotou o Cuiabá, em partida atrasada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor, porém, permanece no 19º lugar e dentro da zona de rebaixamento, com quatro pontos a menos que o próprio rival do Mato Grosso, o último fora da degola. Por isso, o técnico Luiz Felipe Scolari decidiu que a prioridade do time gaúcho é em escapar da zona delicada no nacional. Em entrevista coletiva, Felipão fez uma estimativa, esperando sair da zona no returno. “Sou realista, não adianta inventar história. Temos que nos deparar com uma realidade de que vai levar uns seis ou sete jogos para sair”, afirmou.

O treinador também frisou a prioridade ao Brasileirão, garantindo que ainda irá pensar no confronto contra o Flamengo, pelas quartas de final da Copa do Brasil, mas que o objetivo é deixar a situação incômoda. “Vamos concentrar forças e ideias para isso. Nosso pensamento é no jogo de sábado (contra o Bahia)”, assegurou. O treinador ainda minimizou o episódio em Canoas (RS), na comemoração de aniversário do zagueiro Paulo Miranda. O caso gerou polêmica no início da semana, após a derrota para o São Paulo. “Estavam em uma festa na casa de um colega. Todas as medidas foram tomadas, dentro dos protocolos”, garantiu. O Tricolor, agora, volta a campo neste sábado para enfrentar o Bahia, às 19 horas, em sua arena.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.