Renan Lodi perdeu chance de ser convocado por não ter se vacinado, diz Tite

Defensor que atua no Atlético de Madrid, da Espanha, já apareceu em outras listas do técnico, mas foi preterido por outros jogadores na convocação desta quinta-feira, 13

  • Por Jovem Pan
  • 13/01/2022 12h10 - Atualizado em 13/01/2022 12h35
Lucas Figueiredo/CBFConvocado em outras oportunidades, Lodi ficou de fora da lista anunciada por Tite nesta quinta

O técnico Tite anunciou nesta quinta-feira, 13, os 26 jogadores convocados para defender a seleção brasileira nos jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 contra Equador e Paraguai. Convocado em listas anteriores, o lateral-esquerdo Renan Lodi, que defende o Atlético de Madrid (Espanha), foi deixado de fora da lista de hoje, sendo preterido por Alex Telles (Manchester United) e Alex Sandro (Juventus). Na entrevista coletiva concedida após a convocação, Tite falou sobre a ausência de Lodi, explicando que o lateral deixou de concorrer à vaga por não ter se vacinado. “O Renan Lodi esteve alijado da possibilidade de convocação em função da sua não vacinação. Essa informação foi passada, então ele perdeu a possibilidade de concorrer em função de não ter se vacinado”, afirmou Tite, que não deu mais detalhes sobre a situação do jogador. O coordenador de seleções, Juninho Paulista, esclareceu que o atleta tomou a primeira dose da vacina, mas que ainda não concluiu o esquema vacinal, o que geraria restrições. A lista de Tite contou com a ausência de Neymar, que se recupera de uma lesão, e com a presença de Vinícius Jr., que vem se destacando no Real Madrid.