Renato Gaúcho volta a alfinetar Jorge Jesus: ‘Só ouvi falar dele quando chegou ao Brasil’

“Trabalhou em um clube que montou uma seleção e ganhou”, disparou o treinador do Grêmio sobre o português de 66 anos

  • Por Jovem Pan
  • 12/08/2020 15h45 - Atualizado em 12/08/2020 15h46
Fernando Alves/Estadão ConteúdoRenato Gaúcho é o atual treinador do Grêmio

O técnico do Grêmio, Renato Gaúcho, voltou a alfinetar Jorge Jesus, ex-treinador do Flamengo e atualmente no Benfica. Em entrevista ao jornal A Bola, de Portugal, o ídolo do Tricolor Gaúcho, que, na semana passada, criticou publicamente o português por ter ligado para Everton Cebolinha antes de um Gre-Nal decisivo, agora afirmou que “nunca tinha ouvido falar” do técnico campeão brasileiro e da Libertadores pelo clube rubro-negro antes da chegada dele ao Brasil, no meio do ano passado.

“O Flamengo montou uma seleção, contratou sete ou oito jogadores com nível de Seleção. Tem melhor plantel disparado e ganhou o Brasileirão e a Libertadores. Dois anos antes, ganhamos a Libertadores sem gastar muito. Nunca tinha ouvido falar dele, com todo respeito, nada tem a ver com a idade. Só ouvi falar dele quando chegou ao Brasil. Trabalhou em um clube que montou uma seleção e ganhou. Mérito dele. Um jogador quando é grande não aparece com 35 anos, aparece com 19 ou 21 anos”, disparou Renato Gaúcho.

O treinador do Grêmio também rasgou elogios a Everton Cebolinha, que deixou o clube gaúcho justamente para ser comandado por Jorge Jesus no Benfica. Renato destacou o profissionalismo do jogador de 24 anos e disse que ele fará falta ao time tricolor, principalmente pela capacidade de desequilibrar uma partida.

“(Everton) É um dos poucos jogadores, hoje em dia, com rara individualidade no drible. É muito forte no um contra um, tem muita força e habilidade. É o nosso melhor jogador, um jogador de Seleção. Ninguém se destaca em um grande clube como o Grêmio sem ser grande jogador. E é um grande profissional, gosta de trabalhar e de ouvir. É caseiro. Dizem que brasileiro gosta da noite, ele não. Dou os parabéns ao Benfica, fez uma grande contratação. E não falo da boca para fora, vocês vão poder comprovar”, finalizou.