Presidente do Santos garante que salários atrasados dos jogadores foram pagos

  • Por Jovem Pan
  • 25/03/2019 18h30
Ivan Storti/Santos FCJosé Carlos Peres

Horas depois do lateral Felipe Jonatan revelar que a promessa de pagamento dos salários atrasados não foi cumprida, o presidente do Santos, José Carlos Peres, concedeu uma entrevista coletiva no CT Rei Pelé e informou que o problema foi solucionado. O dirigente garantiu que quitou os vencimentos de fevereiro.

“Estamos na gestão desde janeiro do ano passado e nunca atrasamos salários. Não estamos quebrados, foi apenas um problema de fluxo de caixa. Queria dizer que foi saldado o salário dos jogadores hoje, cumprimos o que tínhamos prometido”, afirmou o presidente alvinegro na tarde desta segunda-feira (25).

Na última quinta, Bruno Carbone, membro do Comitê de Gestão, chegou a garantir que o Santos quitaria o valor antes da partida de ida contra o Red Bull Brasil, pelas quartas de final do Campeonato Paulista, o que não aconteceu. De acordo com Peres, o problema foi o fundo de investidores acionado pelo clube para garantir a verba.

“A gente tinha uma antecipação do dinheiro do Real Madrid, próximo a R$ 90 milhões (referentes à venda de Rodrygo), que acabou não ocorrendo porque um grupo de investimentos, cinco dias antes do pagamento, nos avisou que ela só viria no dia do pagamento. Acreditamos”, explicou.

O presidente disse também que o grupo foi o responsável pelo pagamento do seguro de Emiliano Sala, jogador argentino morto em acidente aéreo no Canal da Mancha. “O grupo recuou. Eles acharam que não deviam mais trabalhar com futebol. Por isso, nos deram dor de cabeça”, completou.

Com informações de Agência Estado