Diretoria do São Paulo marca reunião nesta segunda para discutir futuro de Crespo

Mesmo com contrato até o fim de 2022 e sendo o responsável por tirar o Tricolor da fila de oito anos sem títulos, comandando o time na conquista do Paulistão, o argentino não é mais unanimidade

  • Por Jovem Pan
  • 04/10/2021 10h20 - Atualizado em 04/10/2021 10h25
Foto: MARCO GALVãO/ZIMEL PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOCrespo tem contrato com o São Paulo até o fim de 2022

A diretoria do São Paulo marcou uma reunião nesta segunda-feira, 4, para discutir a permanência de Hernán Crespo no cargo de treinador do time principal. Pressionada após mais um resultado negativo no Campeonato Brasileiro, desta vez com o empate em 1 a 1 com a Chapecoense, na Arena Condá, a cúpula são-paulina irá avaliar se o argentino seguirá como líder do projeto, que visa colocar o Tricolor na Copa Libertadores da América no ano que vem. As informações foram apuradas pelo repórter Daniel Lian, do Grupo Jovem Pan, na madrugada desta segunda.

Mesmo com contrato até o fim de 2022 e sendo o responsável por tirar o São Paulo da fila de oito anos sem títulos, comandando o time na conquista do Paulistão, Crespo não é mais unanimidade entre os torcedores. Após as desclassificações na Libertadores e na Copa do Brasil, o argentino passou a sofrer uma pressão para melhorar o desempenho e o aproveitamento de pontos no Brasileirão. O Tricolor, porém, vem de três empates seguidos na competição, estacionando no 13º lugar, com 28 pontos somados em 23 rodadas. Mais do que uma defesa pouco consistente, a equipe são-paulina tem o quarto pior ataque do torneio nacional. Visando a reabilitação, o time volta a entrar em campo na quinta-feira, 7, quando recebe o Santos, no Morumbi.