Raí reclama de arbitragem de São Paulo x Ceará e dispara: ‘Vamos atrás dos nossos direitos’

Coordenador técnico do SPFC reclamou da atuação do árbitro Wagner Magalhães na partida desta quarta-feira, 25

  • Por Jovem Pan
  • 25/11/2020 23h46
KELY PEREIRA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDOÁrbitro Wagner Magalhães foi muito criticado

A arbitragem do jogo entre São Paulo e Ceará causou revolta entre os torcedores e dirigentes do Tricolor. A atuação do árbitro Wagner Magalhães gerou discussões após a anulação de um gol do Pablo. O assistente de campo levantou a bandeira, porque o atacante estava em impedimento no primeiro lance. O VAR, então, validou o gol. Só que depois o árbitro de vídeo voltou atrás e confirmou o impedimento. O jogo ficou paralisado por quatro minutos e os atleta do São Paulo reclamaram que o árbitro haveria recomeçado a partida antes da segunda revisão. Em entrevista coletiva após a partida, Raí fez duras críticas e disse que o clube irá atrás de seus direitos.

“Acho que no jogo de hoje, em termos de arbitragem, a única certeza que a gente tem é que existiu um erro absurdo, um erro de direito, e que traz todas as dúvidas do mundo. A gente vai buscar todos os questionamentos, gravações, o que foi falado no VAR. Queremos saber, primeiro de tudo: por que o VAR validou o gol, voltou atrás e decidiu ver novamente? A partida reiniciou, o que é um erro de direito, do beabá do futebol. É o segundo erro absurdo contra o São Paulo. O primeiro já assumido, reconhecido pela CBF, contra o Atlético, e esse também um erro de direito. Vamos procurar saber tudo o que aconteceu, a forma como tudo ocorreu, voltando atrás uma decisão que já estava tomada. Está na regra, ela é clara. Repito: isso é o beabá do futebol. Vamos atrás dos nossos direitos e esclarecer todas as dúvidas”, disse.