São Paulo soma 8 estrangeiros com chegadas de Jonathan Calleri e Gabriel Neves

Se amplia o leque de opções para o restante do Campeonato Brasileiro, a quantidade também traz dúvidas ao treinador Hernán Crespo; confira a situação dos gringos

  • Por Jovem Pan
  • 01/09/2021 11h30 - Atualizado em 01/09/2021 11h32
Reprodução/Twitter/@SãoPauloFCGabriel Neves, do Uruguai, foi contratado pelo São Paulo

O São Paulo anunciou as contratações do argentino Jonathan Calleri e do uruguaio Gabriel Neves na última segunda-feira, 30, no último dia da janela de transferências. Com isso, o Tricolor passa a contar com a expressiva marca de oito jogadores estrangeiros em seu elenco. Se amplia o leque de opções para o restante do Campeonato Brasileiro, a quantidade também traz dúvidas ao treinador Hernán Crespo. Isto porque, de acordo com o regulamento da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), apenas cinco gringos podem ser relacionados na súmula de cada partida. A tendência, assim, é que alguns atletas percam mais espaço ao longo da temporada, podendo até deixar o Morumbi no fim de 2022.

Dos oito estrangeiros, três são peças-chave no esquema do São Paulo. Emiliano Rigoni, adquirido recentemente, é um dos xodós da torcida e vive grande fase, enquanto Arboleda e Martín Benítez também são figuras carimbadas no time de Crespo. Além do trio, Jonathan Calleri, idolatrado pela torcida, chega com status de titular e deve ter a missão de assumir o comando de ataque. Gabriel Neves, por sua vez, foi contratado com o aval do técnico argentino e, provavelmente, terá algumas oportunidades no início de sua passagem. Desta forma, a tendência é que Galeano, Joao Rojas e Orejuela costumem ser ausências até do banco de reservas.

Os dois primeiros, inclusive, vivem situação incerta no São Paulo. O paraguaio, que chegou ao clube para atuar na base, tem contrato de empréstimo até dezembro de 2021, quando a diretoria tricolor terá que decidir se irá ou não investir os 600 mil dólares (R$ 3 milhões) pedidos pelo Rúbio Ñu por 60% dos direitos econômicos do jogador. Rojas, por sua vez, ficou dois anos parado devido às contusões, retornou bem no Campeonato Paulista e prorrogou seu vínculo até o final deste ano. Depois do título estadual, porém, o jogador não emplacou, transformando-se em coadjuvante no grupo. Quem também não tem garantia de permanência é Benítez. Importante no Paulistão, o jogador caiu de rendimento devido aos problemas físicos e tem contrato de empréstimo somente até o final do ano. Para continuar com o meia, a diretoria terá que pagar ao Independiente (ARG) cerca de R$ 16 milhões.

Estrangeiros do São Paulo

  • Jonathan Calleri (Argentina)
  • Martín Benítez (Argentina)
  • Emiliano Rigoni (Argentina)
  • Robert Arboleda (Equador)
  • Joao Rojas (Equador)
  • Gabriel Neves (Uruguai)
  • Galeano (Paraguai)
  • Orejuela (Colômbia)