Sincero, Daniel Alves questiona bastidores e alfineta marketing do São Paulo

O motivo da crítica ao setor de projetos do clube se deu após o jogador ser questionado em relação às parcerias prometidas para o pagamento do seu salário

  • Por Jovem Pan
  • 04/08/2020 15h25
Rubens Chiri/São Paulo/DivulgaçãoDaniel Alves é um dos principais jogadores do elenco do São Paulo

Em entrevista coletiva virtual realizada na tarde desta terça-feira, 04, Daniel Alves elevou o tom, mandou um recado para algumas pessoas que trabalham nos bastidores do São Paulo e alfinetou o departamento de marketing do clube. O motivo da crítica ao setor de projetos do Tricolor se deu após o jogador ser questionado em relação às parcerias prometidas para o pagamento do seu salário. “Muito difícil falar de algo que foge das minhas mãos. Não controlo o marketing do São Paulo. Se controlasse, algumas tomadas de decisões seriam diferentes porque tenho outra ideia de como eu faria, no meu caso e num clube desse tamanho. Eu foco no que está ao meu alcance”, afirmou.

O modelo político que o São Paulo adota para resolver suas questões internas foi outro ponto criticado por Daniel Alves, que viu o time ser eliminado de maneira vexatória do Paulistão na semana passada. “Tudo tem que passar pelo Conselho. No futebol, muita gente passa pela tomada de decisão, levadas a Conselho e começa a expor algumas coisas. Isso começa a gerar uma certa dificuldade. O São Paulo não é apenas os jogadores que estão sempre expostos, é um todo”, disse.

“Se esse todo não estiver conectado, não vai fluir. Nós precisamos controlar a nossa área, nosso trabalho, dia a dia e nosso suor. Se conseguirmos isso, até os ruins nos clubes vão passar a ser bons. No São Paulo, a sensação é de que nem todo mundo quer a mesma coisa, então vai expor quem está à frente: treinador, presidente, diretor esportivo, jogador, eu, que vim com expectativa alta. Sempre nós ficamos expostos, mas temos liberdade de convencer todo um clube que esse é o caminho geral, de todos lutarem pela mesma coisa”, acrescentou.

Transferência ao Flamengo?

Daniel Alves descartou por completo a chance de se transferir ao Flamengo, como chegou a se cogitar no fim da última semana. O jogador foi questionado sobre a possibilidade de atuar no clube rubro-negro e não hesitou. “Uma coisa que quero deixar claro para nunca mais ter esse debate: único clube que eu jogo no Brasil é o São Paulo. Se sair qualquer coisa de outro clube, pode falar que é mentira”, afirmou. “Que fique claro: único clube é o São Paulo. É meu sonho de criança. Não jogo em outro clube que não for o São Paulo no Brasil. Aqui no Brasil estou por um sonho, não por parte financeira, dinheiro”, acrescentou.

Apesar disso, Daniel Alves desejou sorte ao novo treinador do Flamengo. Domènec Torrent, que foi apresentado pelo clube rubro-negro na última segunda-feira, 03, trabalhou com o atual meia do São Paulo no Barcelona, onde atuou como auxiliar de Pep Guardiola. “Queria dar boas-vindas ao Dome, vivemos momentos incríveis e históricos. Fazemos parte um da vida do outro. Como embaixador brasileiro, dou boas-vindas e espero êxito no Flamengo, exceto contra o São Paulo”, brincou.

Dani também disse que chegou a considerar a possibilidade de encerrar a carreira no Bahia, clube pelo qual foi revelado, mas explicou que desistiu da ideia após perceber que a reação da torcida não havia sido das melhores. “Falei em uma entrevista brincando que encerraria a carreira no Bahia jogando por dois meses, mas a torcida já me rechaçou, para eles não serve. Então acabou. A única camisa que vou vestir no Brasil é a do São Paulo”, finalizou.

*Com informações do Estadão Conteúdo