Sobrevivente da tragédia da Chape, técnico de avião sofre acidente grave de ônibus

Erwin Tumiri estava a caminho do trabalho quando ônibus capotou, 21 pessoas morreram e outras 30 ficaram feridas; ele passa bem e só machucou o joelho

  • Por Jovem Pan
  • 02/03/2021 19h37 - Atualizado em 02/03/2021 19h38
Reprodução/ jornal Los TiemposErwin Tumiri foi um dos seis sobreviventes do acidente aéreo da Chapecoense em 2016

Erwin Tumiri, técnico de avião e um dos seis sobreviventes do acidente aéreo que vitimou o time da Chapecoense em 2016, voltou a escapar da morte. De acordo com o jornal ‘Los Tiempos’, o boliviano sobreviveu a um grave acidente de ônibus que vitimou 21 pessoas e deixou outros 30 feridos. O veículo capotou em uma rodovia próximo a cidade de Ivirgarzama, na Bolívia, na manhã desta terça-feira, 02. Erwin estava a caminho do trabalho. “O ônibus estava rodando, aí eu agarrei o banco da frente, sabia que íamos bater porque íamos em alta velocidade”, disse ele em entrevista ao jornal.

Tumiri informou que o ônibus estava rápido demais e as pessoas começaram a gritar. “Continuei segurando, não me soltei até atingirmos o solo. Eu me arrastei para fora, sentei, meu joelho estava machucado, sentei e disse, ‘de novo, não posso acreditar’”, lembrou. “Vieram nos resgatar, eu não estava inconsciente. Acho que fui o primeiro a ser levado para cima ”, completou. O técnico agradeceu a Deus por mais um livramento. “Eu me sinto abençoado. Sempre dando graças a Deus ”, afirmou.