Ana Marcela Cunha fatura o penta no Circuito Mundial de Maratonas Aquáticas

Ouro nas Olimpíadas de Tóquio, a baiana obteve o feito nesta quinta-feira, 16, ao terminar na segunda posição da etapa de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes

  • Por Jovem Pan
  • 16/12/2021 11h31
Reprodução/Twitter/@fina1908 Ana Marcela Cunha (à esquerda) é penta no Circuito Mundial de Maratonas Aquáticas Ana Marcela Cunha (à esquerda) é penta no Circuito Mundial de Maratonas Aquáticas

Ana Marcela Cunha não cansa de fazer história dentro do mar. Primeira nadadora brasileira a levar o ouro olímpico na maratona aquática, nas Olimpíadas de Tóquio-2020, a baiana conquistou, nesta quinta-feira, 16, o pentacampeonato do Circuito Mundial de Maratonas Aquáticas da Federação Internacional de Natação (Fina, na sigla em inglês). A representante do Brasil obteve o feito ao terminar na segunda posição da etapa de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, a última da temporada. O título, mais uma vez, não deixa de ser histórico. Isto porque a atleta brasileira, considerada maior nadadora de águas abertas da história, nadou apenas três das quatro etapas realizadas nesta temporada. Ana Marcela venceu duas e, com a prata de hoje, terminou empatada no ranking com a francesa Oceane Cassignol com 2.300 pontos.

A nadadora baiana chegou à etapa em terceiro lugar na classificação geral, 250 pontos atrás da então líder. Na prova desta quinta, a francesa foi a sexta colocada. Pela somatória, ambas ficaram empatadas na classificação geral do Circuito Mundial. Como não há critério de desempate, ambas dividem o título. “Apesar de não ter sido meu objetivo no ano, e eu não estar tão preparada, o resultado foi acima do esperado. Ainda que tenha sido dividida, está valendo”, disse a campeã olímpica, que já havia vencido a turnê em 2011, 2012, 2014 e 2018.