Campeã olímpica no tiro esportivo, húngara Diána Igaly morre vítima de Covid-19

Diána conquistou duas medalhas em Jogos Olímpicos, sendo bronze em Sydney 2000 e ouro em Atenas 2004

  • Por Jovem Pan
  • 12/04/2021 20h00
Reprodução/ TwitterDiána Igaly conquistou duas medalhas em Jogos Olímpicos

O mundo do esporte perde mais uma personalidade para a pandemia de Covid-19. Nesta semana foi confirmada a morte da húngara Diána Igaly, campeã olímpica no tiro esportivo. Diána tinha 56 anos e faleceu na última sexta-feira, 9, segundo a Federação Húngara de Tiro Esportivo. A família da ex-atleta tinha revelado sua internação na terça-feira, dia 6. Diána teve uma carreira repleta de troféus. Em 1990 conquistou seu primeiro ouro internacional, na Copa do Mundo de Moscou, feito que repetiu em Milan 1994, Barcelona 1998 e Lahti 2002, todos na modalidade skeet. Ela também ganhou cinco campeonatos europeus. Em Jogos Olímpicos, Diána participou de cinco edições e ganhou duas medalhas: bronze em Sydney 2000 e ouro em Atenas 2004.

Ela era membro do Comitê Olímpico Húngaro desde 2012. No ano seguinte, foi eleita presidente da Federação Húngara de Tiro Esportivo, a qual postou uma mensagem em sua homenagem nas redes sociais. “O tiro esportivo húngaro está de luto, nosso esporte sofreu uma perda irreparável. Depois de uma longa luta, nossa atleta infelizmente foi derrotada pelo coronavírus“, disseram. Diána era muito querida pelo povo húngaro e a notícia de sua morte causou comoção na internet.