Fadinha encaixa última manobra e conquista segunda etapa seguida do Mundial de skate; veja o vídeo

Nota 6,3 fez Rayssa Leal superar a campeã olímpica Momiji Nishiya e garantiu a ela primeiro lugar do pódio na etapa de Lake Hanasu

  • Por Jovem Pan
  • 30/10/2021 18h39 - Atualizado em 30/10/2021 20h48
Twitter/Reprodução/StreetLeague Rayssa Leal ao lado das japonesas Momiji Nishiya (à esq.) e Funa Nakayama no pódio da etapa de Lake Hanasu do Mundial de skate street

Rayssa Leal conquistou mais um troféu neste sábado, 30. Na etapa de Lake Hanasu do Mundial de skate street, no Arizona (EUA), a decisão foi mais difícil: a brasileira precisou superar uma nota 8 da campeã olímpica, a japonesa Momiji Nishiya. Na última manobra, a nota 6,3 garantiu o lugar mais alto do pódio à brasileira. Em agosto, a “Fadinha” já havia ficado em primeiro lugar na etapa de Salt Lake City. Ela se tornou a primeira skatista a conquistar duas etapas seguidas do Mundial no mesmo ano. Pâmela Rosa foi a quarta colocada. Já Gabriela Mazetto, que completou o trio brasileiro, não se classificou à final.

A fase decisiva envolveu uma disputa entre Brasil e Japão. Rayssa passou com a melhor somatória, 17.7. Pâmela Rosa passou na quarta posição, com 14.4. As competidoras do “Final Four” puderam realizar mais duas manobras para decidir a grande vencedora. Na penúltima tentativa, Pâmela Rosa até ameaçou roubar um lugar no pódio, mas Nishiya respondeu à altura e conquistou a maior nota da etapa, 8.0. Com isso, a japonesa tomou inclusive a liderança de Rayssa Leal. A maranhense, no entanto, precisava de uma nota acima de 5.7 para levar o troféu. E foi o que aconteceu. A manobra feita com maestria deu à brasileira seu segundo troféu seguido da Liga de skate street (SLS), com a nota 6.3. A “Fadinha” terminou a etapa com 19.2. Momiji Nishiya ficou em segundo lugar, com 18.5, Funa Nakayama finalizou em terceiro, totalizando 16.1, mesmo número de pontos de Pâmela.

*Com informações do Estadão Conteúdo