Tênis raro de Michael Jordan é vendido por R$ 8,2 milhões em leilão nos EUA

Par do Nike Air foi usado pelo astro em sua primeira temporada com o Chicago Bulls, em 1984

  • Por Jovem Pan
  • 25/10/2021 18h47
Divulgação/ Sotheby'sModelo Nike Air foi usado por Jordan em 1984

Um par de tênis modelo Nike Air usado por Michael Jordan foi vendido por US$ 1,47 milhão (R$ 8,2 milhões na cotação atual) neste domingo, 24, em um leilão da Sotheby’s, em Las Vegas. A venda bateu recorde e a peça se tornou o calçado mais caro a ser leiloado na história. Os sapatos foram usados no quinto jogo da lenda do basquete em sua temporada de estreia na NBA, em 1984, pelo Chicago Bulls. Naquele mesmo ano, a Nike e o jogador firmaram parceria e lançariam a linha de materiais esportivos do atleta. Brahm Wahter, chefe da Sotheby’s Streetwear e Modern Collectibles, destacou a raridade da peça antes do leilão, afirmando que os tênis são “um artefato incrível que data do nascimento da temporada de estreia de Michael Jordan”. O comprador foi Nick Fiorella, um colecionador conhecido no ramo dos leilões nos EUA.

Porém, os Jordans, como são conhecidos, não são os tênis mais caros já vendidos. Em abril, a empresa Rares – uma das dezenas que surgiram nos últimos anos oferecendo ações em bens de luxo, obras de arte e colecionáveis – comprou um par de tênis Nike Air Yeezy 1, de Kanye West, por US$ 1,8 milhão (R$ 10 milhões) em uma venda privada da Sotheby’s. Nos últimos anos, os tênis têm gerado histeria em fãs, que fazem fila do lado de fora das lojas para novos lançamentos e investindo grandes quantias em peças com edições limitadas. Atualmente, a marca Jordan traz bilhões de dólares para a Nike todos os anos e os tênis Jordan, difíceis de comprar, são vendidos em mercados como StockX e GOAT, às vezes por dezenas de milhares de dólares o par.

*Com informações do Estadão Conteúdo