Verstappen se vê injustiçado e minimiza chance de batida em Hamilton no GP de Abu Dhabi

Sem papas na língua, a estrela da Red Bull disse que a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) não mantém o mesmo critério ao aplicar sanções aos pilotos

  • Por Jovem Pan
  • 09/12/2021 11h47
EFE / EPA / STR Max Verstappen com a mão na cabeça após batida em treino classificatório da Fórmula 1 Max Verstappen pode ser campeão na Fórmula 1 no GP de Abu Dhabi

Max Verstappen voltou a falar, na manhã desta quinta-feira, 9, sobre a polêmica colisão com Lewis Hamilton no GP da Arábia Saudita, que lhe rendeu uma punição de 10 segundos. Sem papas na língua, o piloto da Red Bull disse que a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) não mantém o mesmo critério ao aplicar sanções. “Claramente sou tratado de maneira injusta, diferente dos outros pilotos. Eu sou penalizado enquanto os outros saem tranquilos por fazerem a mesma coisa. Você tem que perguntar para outras pessoas se acham esse tratamento justo”, disse o holandês.

No próximo domingo, 12, Verstappen tem a chance de fincar seu nome na história da Fórmula 1, tornando-se o primeiro holandês a ganhar o Mundial de Pilotos. Com 369,5 pontos, o profissional da Red Bull está empatado com Lewis Hamilton, mas leva a vantagem no número de vitórias, o primeiro critério de desempate. Questionado sobre a chance de tirar o rival da Mercedes com uma nova batida, Verstappen minimizou, afirmando que está focado em vencer o GP de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. “Como piloto, você não pensa nessas coisas. Você tenta fazer o melhor que pode e vencer como uma equipe. A mídia fala sobre essas coisas, mas procuro estar bem preparado. Estou tentando vencer neste fim de semana”, declarou Max.