Reprovado em exames, Ceará se recupera e pode estrear já contra o São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 16/08/2016 16h43

Campeão mundial em 2006Campeão mundial em 2006

Anunciado no Internacional mesmo depois de reprovado nos exames médicos, Ceará já está à disposição do técnico Celso Roth para estrear na equipe colorada. Em entrevista exclusiva a José Manoel de Barros que vai ao ar no próximo fim de semana, na Rádio Jovem Pan, o lateral-direito disse que já tem condições de entrar em campo com a camisa do Inter. 

A estreia pode acontecer contra o São Paulo, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Eu me recuperei de uma pequena lesão no adutor da coxa esquerda e já estou disponível para atuar contra o São Paulo, sim. Minha situação burocrática com o clube já foi resolvida. Então, espero estar em campo“, afirmou Ceará. 

O lateral-direito por pouco não ficou sem clube depois de um imbróglio no seu processo de contratação pelo Inter. Ele rescindiu com o Coritiba para voltar ao clube gaúcho, mas foi reprovado nos exames médicos, que revelaram uma lesão muscular. Inicialmente, o Colorado descartou repatriar o jogador, mas, depois da demissão de Falcão e da chegada de Celso Roth, voltou atrás.  

Aos 36 anos, Ceará foi contratado para, além de substituir o jovem William, que está na Seleção Olímpica, exercer uma espécie de liderança no vestiário do Inter. O time não vence há dois meses e ocupa a preocupante 15ª posição do Campeonato Brasileiro, a apenas um ponto da zona de rebaixamento. 

“A questão da liderança interna é fundamental no futebol, porque nem sempre o talento é suficiente para que um time conquiste títulos. Obviamente que há uma valorização muito grande dos jovens talentos, mas essa mesclagem com jogadores mais experientes também é importantíssima. Eu fiz esse papel no Cruzeiro, nos dois títulos brasileiros, e espero repetir no Internacional, disse Ceará. 

“Quando eu cheguei ao Inter, havia a liderança do Clemer e do Fernandão. Aprendi muito com eles e, hoje, tento fazer a mesma coisa com os mais novos“, acrescentou o lateral-direito, campeão da Libertadores com o time gaúcho em 2006, justamente contra o rival do próximo domingo. “Tenho um retrospecto muito bom contra o São Paulo. Ganhei deles na final da Libertadores de 2006. Espero que todos os atletas do Inter estejam encorajados para conseguir fazer uma boa partida no domingo”, encerrou.