Ana Sátila comete erros e termina na 10ª posição na final da canoagem slalom C-1

Número 3 do mundo, a canoísta mineira de Iturama era considerada uma das favoritas, já que havia ficado em terceiro lugar no último Campeonato Mundial

  • Por Jovem Pan
  • 29/07/2021 04h32 - Atualizado em 29/07/2021 04h40
Miriam Jeske/ COBAna Sátila fez a final da canoagem slalom C-1 nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Ana Sátila, de 25 anos, fez história ao se classificar para a final da canoagem slalom C-1 na madrugada desta quinta-feira, 29, tornando-se a primeira brasileira a chegar na decisão da modalidade em Jogos Olímpicos. No momento derradeiro, no entanto, a mineira de Iturama acabou cometendo alguns erros na descida, perdeu uma porta e somou 164.71, terminando na última posição entre as dez finalistas. Número 3 do mundo, a canoísta era considerada uma das favoritas, já que havia ficado em terceiro lugar no último Campeonato Mundial. A medalha de ouro ficou com Jessica Fox, da Austrália, enquanto Mallory Frankling, da Grã-Bretanha, pegou a prata, e Andreas Herzog, da Alemanha, o bronze.

“Acho que eu ainda não sei o que estou sentindo. Passei por muitas coisas até estar aqui. Há três meses, eu nem tinha um treinador. Foi uma decepção muito grande. Infelizmente, não consegui dar o meu melhor, uma penalidade me deixou muito abaixo. É muito triste treinar tanto e se dedicar, mas não consegui o que era esperado. Eu quero pegar esse resultado para me tornar melhor”, disse em entrevista ao SporTV. “Preciso sentar com calma, rever tudo que eu fiz para chegar aqui. Se eu tiver um técnico que possa me ajudar de verdade, eu continuo sonhando com Paris-2024. O atleta, na maioria das vezes, vive de derrotas”, completou a mineira, que agradeceu o carinho dos torcedores e, principalmente, da família.