Após ser resgatado de inundação, surfista da Costa Rica viaja rumo a Tóquio

Carlos Muñoz conquistou uma vaga na disputa depois do português Frederico Morais testar positivo para a Covid-19; costa-riquenho estará na mesma bateria que o brasileiro Gabriel Medina

  • Por Jovem Pan
  • 24/07/2021 17h17
Reprodução / Facebook @carlosmunhozVídeo compartilhado pelo Comitê Olímpico Costa-Riquenho mostra que o surfista conseguiu chegar ao aeroporto

Um surfista profissional da Costa Rica precisou ser resgatado para conseguir chegar ao Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. O costa-riquenho Carlos Muñoz fez uma publicação nas redes sociais nesta sexta-feira, 23, afirmando que estava na província de Limón, mas, por conta das chuvas que atingiram a região, provocando inundações e desabamentos, não conseguia sair do local. “Consegui uma oportunidade de ir para as Olimpíadas 2021. Estou em Guápiles (estava em Limón surfando) e não há passagem. Tenho que estar amanhã às 6 horas em São José! Preciso conseguir chegar e encontrar um lugar onde faça um teste PCR em até duas horas para pegar o primeiro voo ao Japão“, disse na publicação no Facebook, pedindo ajuda aos internautas. Munõz conquistou a vaga para a disputa após o português Frederico Morais testar positivo para a Covid-19. Neste sábado, 24, um vídeo compartilhado pelo Comitê Olímpico Costa-Riquenho mostra que o surfista conseguiu chegar ao aeroporto a tempo e vai disputar os Jogos Olímpicos. “Amigos, estou rumo à Tóquio. Estou muito grato pela oportunidade de última hora. Na verdade, isso não seria possível com tudo o que passou em poucas horas com as inundações no Caribe, e ao Corpo de Bombeiros, que me resgatou à 1 da manhã. Vou motivado, com muita vontade de competir”, afirmou no vídeo. Carlos Munõz vai disputar a mesma bateria que o surfista brasileiro Gabriel Medina. As provas da modalidade começam neste sábado, 24, a partir das 19 horas.