Basquete feminino terá duelo de medalhistas e Japão tentando fazer história nas semifinais

Número um do ranking da FIBA, Estados Unidos enfrentarão a Sérvia, enquanto as anfitriãs tentam garantir uma medalha inédita contra a França

  • Por Jovem Pan
  • 04/08/2021 16h00
Reprodução/Twitter @usabasketballSeleção americana é a atual número um do ranking da FIBA e desponta como favorita ao ouro

O torneio de basquete feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 entrou em sua reta final. Com a definição dos confrontos das semifinais, as equipes estão a dois jogos do ouro olímpico. Mas a decisão já começa na próxima sexta-feira, 6, quando serão definidas as duas finalistas. De um lado, duas medalhistas dos Jogos Rio 2016 disputam uma vaga na decisão. Do outro, as anfitriãs tentam fazer história e garantir uma medalha inédita para o Japão no esporte. A partida entre Estados Unidos e Sérvia, que abre as semifinais, será disputada às 1h30 de sexta. O confronto entre Japão e França está marcado para as 8h da manhã do mesmo dia. Para te deixar por dentro da disputa de vagas na final, preparamos um guia com informações das quatro seleções que seguem na briga pelo ouro.

Estados Unidos x Sérvia

Atuais campeãs olímpicas, as americanas venceram os três jogos da primeira fase sem grandes sustos. Na estreia, bateram a Nigéria por 81 a 72. Na segunda rodada, no jogo contra o Japão, venceram por 86 a 69 e no terceiro jogo bateram a França por 93 a 82. Com isso, garantiram a primeira colocação do grupo. Nas quartas, os Estados Unidos enfrentaram a Austrália, que ocupa a segunda colocação do ranking da FIBA, mas venceram por 79 a 55, garantindo vaga na semifinal contra a Sérvia. Atual medalhista de bronze da modalidade, a seleção sérvia se classificou como segunda colocada do grupo B, vencendo o Canadá e a Coreia do Sul e perdendo para a Espanha. Nas quartas, a Sérvia derrotou a China por 77 a 70 e garantiu vaga nas semifinais. As duas seleções se enfrentaram na fase de grupos dos Jogos do Rio 2016, com vitória dos Estados Unidos por 110 a 84.

Japão x França

Apesar de ser uma potência olímpica, o Japão nunca conquistou uma medalha no basquete feminino. Entretanto, na primeira fase as donas da casa já mostraram a que vieram ao vencer a própria França por 74 a 70 e se classificarem em segundo no grupo B, atrás apenas dos Estados Unidos. Nas quartas de final, as japonesas enfrentaram a Bélgica em um jogo dramático que só foi definido no fim, quando o Japão virou faltando 16 segundos e venceu o jogo por 86 a 85, garantindo a classificação inédita para a semifinal. A França sofreu na primeira fase, se classificando como uma das melhores terceiras colocadas com apenas uma vitória contra a Nigéria por 87 a 62. Nas quartas, enfrentou as atuais vice-campeãs olímpicas da Espanha. Em um jogo disputado, as francesas venceram por 67 a 64 e carimbaram a classificação para as semifinais, repetindo o feito das últimas duas edições dos Jogos. Em Londres 2012, as francesas ficaram com a prata, e no Rio 2016 acabaram na quarta colocação.

Levando em conta o retrospecto histórico e a campanha invicta até o momento, os Estados Unidos despontam como grandes favoritos ao título, o que se seria a oitava conquista do país em onze edições das Olimpíadas que contaram com o basquete feminino no programa de disputas. As americanas também conquistaram uma prata e um bronze, ficando de fora do pódio em apenas uma ocasião. Vindo de uma vitória complicada, o Japão chega embalado e tem boas chances de fazer história e ir à final da modalidade. Sérvia e França devem correr por fora na disputa pelo ouro, mas não podem ser deixadas de lado.