Em prova acirrada, italiano vence a marcha atlética; brasileiros ficam longe da briga por medalhas

Japoneses completaram o pódio; Caio Bonfim ficou em 13º na classificação final, sendo o representante do Brasil com melhor colocação

  • Por Jovem Pan
  • 05/08/2021 06h10 - Atualizado em 05/08/2021 06h22
EFE/EPA/KIMIMASA MAYAMA Massimo Stano Italiano conseguiu abrir uma leve vantagem no fim da prova para garantir o ouro

Uma das provas mais tradicionais do atletismo, a marcha atlética masculina dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 foi disputada na manhã desta quinta-feira, 5. Em uma prova acirrada, o italiano Massimo Stano foi o vencedor do ouro, fechando a prova com 1h21m05s. Depois de brigarem pela liderança por praticamente toda a prova, Koki Ikeda (1h21m14s) e Toshikazu Yamanishi (1h21m28s), ambos do Japão, fecharam o pódio, conquistando a prata e o bronze. O corredor Caio Bonfim foi o representante do Brasil com melhor colocação, finalizando a prova na 13ª posição, com tempo de 1h23m21s. Matheus Correia encerrou o trajeto na 48ª posição, fechando a prova com 1h31m47s. Por sua vez, Lucas Mazzo não completou a prova e, em entrevista após o final do evento, disse estar frustrado com seu desempenho na disputa.