Hebert Conceição supera cazaque e assegura medalha ao Brasil no boxe

O triunfo do brasileiro foi apertado, com o placar dos árbitros de 3 a 2, em decisão dividida

  • Por Jovem Pan
  • 01/08/2021 07h21 - Atualizado em 01/08/2021 13h08
Julio César Guimarães/COBHebert Conceição está na semifinal do boze até 75 kg nos Jogos de Tóquio

O Brasil assegurou mais uma medalha nas Olimpíadas de Tóquio na manhã deste domingo, 1º, com Hebert Conceição. Isto porque o pugilista venceu Abilkhan Amankul, do Cazaquistão, na categoria até 75kg do boxe e avançou à semifinal, ficando, no mínimo, com o bronze — vale lembrar que, no boxe olímpico, não há disputa pelo terceiro lugar. O triunfo do brasileiro foi apertado, com o placar dos árbitros de 3 a 2, em decisão dividida. Agora, ele irá enfrentar o ganhador do combate entre o haitiano Darrelle Valsaint e Gleb Bakshi, que é do Comitê Russo.

Os lutadores brasileiros do boxe estão fazendo bonito no Japão. Fora Hebert Conceição, o pugilista Abner Teixeira, na categoria até 91kg, também já havia garantido um lugar no pódio. Além disso, outros dois atletas estão nas quartas de final, ainda com chances de medalha: Beatriz Ferreira, no peso até 60kg, e Wanderson Oliveira, até 63kg. Assim, esta pode ser a melhor participação do esporte em Olimpíadas. Até o momento, o boxe tem um ouro (com Robson Conceição em 2016), uma prata (Esquiva Falcão em 2012) e três bronzes (Servílio de Oliveira em 1968, Yamaguchi Falcão e Adriana Araujo em 2012).

Confira AQUI o quadro de medalhas em tempo real