‘O mundo está investindo e estamos parados’, diz Alison após eliminação no vôlei de praia

Pela primeira vez na história, o Brasil não terá medalhas na modalidade, tanto no feminino como no masculino

  • Por Jovem Pan
  • 04/08/2021 00h37
Reprodução/ TwitterAlison competiu com Álvaro em Tóquio 2020

Pela primeira vez na história do Brasil nos Jogos Olímpicos, o país ficará sem medalhas no vôlei de praia, tanto masculino como feminino. As duplas Ágatha e Duda e Evandro e Bruno Schmidt foram eliminadas nas oitavas de final, enquanto Ana Patrícia e Rebecca e Alison e Álvaro caíram nas quartas. Curiosamente, as duas duplas masculinas caíram para o duo Martins Plavins e Edgars Tocs, da Letônia. Após a derrota, Alison deu entrevista ao SporTV e comentou que não é surpresa as eliminações brasileiras e os avanços dos atletas letão. “As pessoas em casa vão ver agora dois times da Letônia na semifinal, no masculino e no feminino, vão achar que é surpresa e coisa de outro mundo e não. A verdade é que o mundo está investindo no voleibol de praia e nós estamos ficando parados”, disse.

“Isso não é um desabafo. Tem que melhorar, tem que investir mais, os atletas precisam melhorar e a Confederação precisa olhar com outros olhos. Porque, realmente, esperar Ricardo e Emanuel e esperar agora Alison e Álvaro não dá, vai ficar para trás. Temos que fazer o nosso. Hoje não deu. Parabéns ao mundo que está investindo nisso e agora vamos voltar pra casa. [A derrota] Não apaga o que esse menino fez por mim, não apaga nada e a gente tentou fazer o nosso melhor. Saímos de cabeça erguida mesmo não jogando muito bem hoje”, completou o atleta brasileiro, que chegou a duas finais olímpicas seguidas, em Londres 2012 (prata) e Rio 2016 (ouro).

Confira AQUI o quadro de medalhas em tempo real