Recorde será quebrado em Tóquio? Relembre quais foram as medalhas do Brasil nas Olimpíadas do Rio

País subiu ao lugar mais alto do pódio sete vezes na última edição, disputada em casa, e alcançou o seu melhor desempenho na história; equipe verde-amarela tenta se superar no Japão

  • Por Jovem Pan
  • 24/07/2021 06h00
Fábio Motta/Estadão Conteúdo - 16/08/2016 O atleta Thiago Braz da Silva, conquista a medalha de ouro na prova do salto com vara dos Jogos Olímpicos Rio 2016, no Estádio Olímpico (Engenhão)

Os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 começaram oficialmente nesta sexta-feira, 23, com a Cerimônia de Abertura. Originalmente, a competição deveria acontecer no meio de 2020, mas, por conta da pandemia de Covid-19, a realização foi adiada para 2021. Dono de uma das maiores delegações dos Jogos, com 302 atletas, o Brasil tentará repetir o melhor desempenho de sua história nas Olimpíadas, conquistado em 2016, quando sediou os Jogos no Rio de Janeiro. Na ocasião, a delegação brasileira conseguiu 19 medalhas, sendo sete de ouro, seis de prata e outras seis de bronze. Relembre em quais esportes o Brasil conseguiu ficar entre os três melhores colocados.

Bronze

Ao longo dos Jogos, o Brasil conquistou seis medalhas de bronze. A primeira veio já na metade da Olimpíada, quando Mayra Aguiar venceu a cubana Yalennis Castillo no judô até 78 kg. No dia seguinte, Rafael Silva conquistou o segundo bronze do Brasil no judô ao bater o judoca do Uzbequistão. No dia 14, o Brasil fez história ao conquistar a prata e o bronze na Ginástica Masculina, sendo que o terceiro lugar do pódio foi ocupado por Arthur Nory. No dia seguinte, Poliana Okimoto conquistou o terceiro lugar na Maratona Aquática. Em 18 de agosto, Isaquias Queiroz garantiu o bronze na modalidade C1 200m da canoagem. Por fim, Maicon Andrade garantiu uma medalha para o Brasil no Taekwondo.

Prata

A primeira medalha do Brasil nos jogos foi a prata conquistada por Felipe Wu no tiro, disputado no primeiro dia de competições. A segunda conquista veio com Diego Hypólito na dobradinha brasileira na ginástica artística. No dia seguinte, Arthur Zanetti garantiu a prata na prova das argolas, também na ginástica artística. Em 16 de agosto, Isaquias Queiroz conquistou a prata na prova de canoa individual de 1000m. No dia seguinte, a dupla feminina do vôlei de praia é derrotada na final, mas garante a prata. Por fim, Isaquias Queiroz e Erlon Silva conquistam a segunda posição do pódio na prova de canoa dupla.

Ouro

O primeiro ouro do Brasil veio com a judoca Rafaela Silva na categoria até 57kg feminino. Uma semana depois, Thiago Braz fez história ao levar o ouro no salto com vara. No dia seguinte, o boxeador Robson Conceição derrotou o francês Sofiane Oumiha e garantiu mais um ouro para o Brasil. Em 18 de agosto, o Brasil levou duas medalhas de ouro, a primeira com as velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze, na classe 49er FX da vela feminina, e a segunda com Alisson e Bruno no vôlei de praia masculino. No dia 20, a seleção brasileira derrotou a Alemanha nos pênaltis e levou o primeiro ouro do futebol na história. Por fim, no último dia das Olimpíadas, o Brasil bateu a Itália por 3 sets a 0 no vôlei masculino e levou o ouro.