Richarlison festeja primeiro hat-trick na carreira em vitória da seleção olímpica: ‘Inesquecível’

Chamado pelo treinador André Jardine após o Flamengo impedir a participação de Pedro nos Jogos Olímpicos, o Pombo disse ter ficado abatido com o vice-campeonato na Copa América

  • Por Jovem Pan
  • 22/07/2021 10h51 - Atualizado em 22/07/2021 18h02
Reprodução/Twitter/@CBF_FutebolRicharlison comemora terceiro gol do Brasil contra a Alemanha, nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Richarlison foi o protagonista da seleção brasileira olímpica na vitória por 4 a 2 sobre a Alemanha, nesta quinta-feira, 22, ao balançar a rede três vezes na estreia no Brasil na Olimpíada de Tóquio. Em entrevista após o confronto, o atacante celebrou o fato de ter feito o seu primeiro hat-trick na carreira. “É uma sensação que não tem como explicar, é o meu primeiro hat-trick, ainda mais com essa camisa. Estou muito feliz, um sonho realizado. Quando pedi a liberação no Everton [da Inglaterra] foi para isso, honrar a camisa. Espero continuar assim, hoje vai ser uma noite inesquecível, jamais vou esquecer. Agora é comemorar bastante, uma noite importante para nós”, falou ao Grupo Globo.

O Pombo, como é conhecido, foi chamado pelo treinador André Jardine após o Flamengo impedir a participação de Pedro nos Jogos Olímpicos. Presente no vice-campeonato da seleção principal na Copa América, o atacante falou sobre a rápida passagem pela sua cidade-natal Nova Venécia, no Espírito Santo. “Mandar um grande abraço lá para eles, infelizmente tive só dois dias para ficar com eles, mas foi o suficiente para recarregar as energias, estava precisando depois da Copa América, fiquei meio abatido. É felicidade agora, só agradecer ao carinho de todos que torceram pela gente”, complementou o artilheiro do dia.

Quem também falou após o triunfo foi o veterano Daniel Alves, que fez a sua primeira partida como atleta olímpico. Como eu falei, é uma grande honra estar aqui neste evento tão especial. É sempre um privilégio, por isso temos que aproveitar e fazer o nosso melhor aqui. Estamos defendendo uma medalha muito merecida. Estamos com essa obrigação”, declarou o lateral-direito, que também abordou a dificuldade enfrentada pela equipe brasileira no segundo tempo. “Não dá para relaxar, sobretudo quando a gente enfrenta uma escola tão sólida e fria. Temos que ficar atentos para não se surpreendido. Nas vitórias, também aprendemos lições. Hoje, aprendemos que temos que ser sólidos tanto ofensivamente quanto defensivamente”, finalizou.