Abe tem avaliação similar a de Kim Jong-un entre sul-coreanos, revela enquete

  • Por Agencia EFE
  • 12/02/2014 09h42

Tóquio, 12 fev (EFE).- O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, possui uma avaliação similar a do ditador Kim Jong-un, da vizinha Coreia do Norte, entre os cidadãos sul-coreanos, informou nesta quarta-feira o instituto de ciências políticas de Seul através de uma pesquisa.

A partir da enquete, respondida por mil cidadãos do país inteiro ao longo deste mês, o Instituto Assam de Ciências Políticas constatou que Abe obteve uma nota de 0,99 pontos, de um total de 10 possíveis, uma soma idêntica à obtida pelo jovem líder do país vizinho, com o qual a Coreia do Sul segue tecnicamente em guerra.

Em pesquisas anteriores, divulgadas em julho e dezembro do último ano, a avaliação de Abe era de 1,65 e 1,43, respectivamente.

Além de enorme contraste com a avaliação de outros líderes estrangeiros – Obama obteve 6,21 de média, por exemplo -, a enquete também refletiu o mau momento que os laços diplomáticos entre Coreia do Sul e Japão atravessam.

Os polêmicos comentários de Abe e de outras autoridades japonesas, assim como as visitas de autoridades japonesas ao santuário de Yasukuni, vinculado ao passado militarista do Japão (que colonizou a península coreana de 1910 a 1945), contribuíram e muito para prejudicar a imagem do chefe de governo do país vizinho.

A péssima avaliação do primeiro-ministro também foi influenciada pela decisão de modificar os manuais de ensino dos professores japoneses, quem agora passam a descrever as ilhas Dokdo (Takeshima, em japonês), cuja soberania Tóquio se disputa com Seul, como “parte integral do território japonês”.

No entanto, essas pequenas ilhotas são administradas de facto pela Coreia do Sul, que investe uma importante quantidade de recursos públicos para reivindicá-las como parte de seu território. EFE