Adolescente mata pai para salvar a mãe em condomínio de luxo em Valinhos

Homem, de 42 anos, teria ameaçado matar a esposa; investigação aponta que eram comuns agressões por parte da vítima contra sua mulher e seu filho

  • Por Jovem Pan
  • 04/08/2021 10h04 - Atualizado em 04/08/2021 17h25
Reprodução/VivamapioPolícia Militar encontrou oito armas dentro da residência da família

Um adolescente de 15 anos matou o pai, de 42 anos, a tiros na tarde de terça-feira, 3, em um condomínio na Alameda Itajubá, bairro Joapiranga, em Valinhos. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, a ação teria ocorrido em legítima defesa. Os policias militares foram acionados e, ao chegarem no local, encontraram a vítima já morta dentro de um veículo na garagem da casa. O garota já havia entregado a arma utilizada no crime, uma pistola 9 mm, para o vigilante do condomínio e estava no interior da residência com sua mãe. Confirme apurado pelas autoridades, na noite anterior, o homem havia discutido e ameaçado a esposa e filho. Depois da briga, ele foi dormir fora de casa e, no dia seguinte, continuou a ameaçar os dois. A mãe e o filho tentaram ir embora da residência, mas foram impedidos pelo homem, que ficou mais agressivo e disse que mataria a esposa.

Foi nesse momento que o garoto pegou uma das armas e atirou contra o pai. A investigação aponta que eram comuns agressões por parte da vítima contra sua esposa e seu filho. Na residência, a Polícia Militar encontrou oito armamentos, acessórios e munições. Todos os objetos foram apreendidos no local, além de algumas documentações e celulares dos envolvidos. O caso foi registrado como ato infracional de homicídio e legítima defesa na Delegacia de Valinhos, que apura os fatos. Exames periciais, necroscópico e residuográfico foram solicitados. Após os procedimentos, o adolescente foi liberado para sua mãe. A partir de agora, o caso seguirá com a Vara da Infância e Juventude.