Bebê de um ano morre baleado enquanto cortava o cabelo em barbearia na Baixada Fluminense

Polícia Civil investiga a atuação de milicianos; tiroteio deixou outras duas vítimas

  • Por Jovem Pan
  • 26/10/2021 15h09
Reprodução/Facebook/Lucas LourençoMario Neto Ferreira Lourenço foi atingido por tiros dentro de barbearia

Um bebê de um ano e meio morreu baleado na tarde desta segunda-feira 25, em Mesquita, na Baixada Fluminense, enquanto cortava o cabelo em uma barbearia no bairro Jacutinga. Mário Neto Ferreira Lourenço foi levado ao hospital, mas não resistiu. O tiroteio deixou outras duas vítimas, Ruan Batista de Souza, de 24 anos, e Renan Felipe Batista Nunes, de 17. Uma outra criança, de 3 anos, também foi atingida e encaminhada para um hospital da região. Segundo a Polícia Civil, Ruan estava na Rua Maurícia Borges quando um homem encapuzado saiu de um carro e atirou contra ele, que correu para dentro da barbearia. Os disparos continuaram e atingiram as duas crianças. De acordo com os policiais, o mesmo homem estacionou próximo a uma residência em outra rua e executou Renan Felipe. A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense investiga a atuação de milicianos.

Nas redes sociais, o pai de Mário fez uma publicação em que lamentou a morte do bebê. “Hoje foi meu filho. Perdeu a vida cortando cabelo no salão, vítima da violência do Estado do Rio de Janeiro. Até quando vamos perder entes queridos? 1 ano e 6 meses, meu príncipe. Senhor, misericórdia. Muita dor na minha alma”, escreveu Lucas Lourenço. A polícia informou que imagens de câmeras de segurança estão sendo analisadas e que a investigação segue em andamento para identificar a autoria dos crimes. “A DHBF deixa à disposição da população o telefone (21) 98596-7442 (whatsapp) e ressalta a importância da colaboração com informações e denúncias, garantido total anonimato”, declarou.