Bolsonaro empossa novos chefes da Secretaria-Geral da Presidência e dos Correios

  • Por Jovem Pan
  • 24/06/2019 18h34 - Atualizado em 24/06/2019 18h48
Divulgação/Presidência da RepúblicaFloriano Peixoto foi escolhido para ficar à frente da estatal e Jorge Antonio de Oliveira na secretaria

Em cerimônia realizada nesta segunda-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro empossou o novo ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Jorge Antonio de Oliveira, e o presidente dos Correios, Floriano Peixoto.

Peixoto deixou a Secretaria-Geral da Presidência para assumir o cargo, após Bolsonaro ter anunciado que demitiria o então presidente da estatal, o general Juarez Aparecido de Paula Cunha, na última semana. Segundo o novo presidente dos Correios, a mudança não representa um “rebaixamento”. “Meu sentimento é de gratidão pela confiança sempre depositada em minha pessoa”, afirmou.

Com a saída dele, Oliveira fica à frente da Secretaria-Geral da Presidência. Ele é major da reserva da Polícia Militar do Distrito Federal e foi assessor parlamentar da PM-DF e assessor jurídico de Bolsonaro quando o presidente era deputado federal.

“Temos a certeza que ele exercerá um trabalho excepcional aqui na Presidência. Tenho certeza que essa função e as outras inerentes a seu cargo serão muito bem cumpridas”, declarou Bolsonaro. “Nós juntos podemos mudar sim o destino do Brasil. A nossa interlocução, a nossa simpatia mútua, o nosso interesse de dar algo mais pela pátria conduzirá nosso país ao destino que ele merece”, completou.

Peixoto será a segunda troca na Secretaria-Geral em menos de seis meses de governo. Gustavo Bebianno, que assumiu a função no início da gestão Bolsonaro, foi demitido em fevereiro após desentendimentos com o presidente e seu filho Carlos Bolsonaro.

Esta é a quarta baixa da ala militar no governo de Bolsonaro em menos de duas semanas. Além de Cunha, Santos Cruz e Peixoto, o general Franklimberg Ribeiro de Freitas foi exonerado do comando da Fundação Nacional do Índio (Funai) na semana passada.

A Secretaria-Geral é a responsável pela Subchefia de Assuntos Jurídicos (SAJ), que analisa a legalidade e a constitucionalidade de todos os atos assinados pelo presidente da República.

Currículos

Jorge Antonio de Oliveira Francisco atuou no Congresso Nacional desde 2003 como assessor parlamentar da PMDF, assessor jurídico no gabinete de Bolsonaro e também com chefe de gabinete e assessor jurídico do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Na atual gestão, havia sido nomeado para cuidar da subchefia de assuntos jurídicos da Casa Civil.

Floriano Peixoto Vieira Neto é general-de-divisão da reserva. Atuou em diversas funções no Exército, como no comando do 62o Batalhão de Infantaria em Joinville (SC) e na 5a Subchefia do Estado-Maior do Exército, em Brasília. Integrou ainda a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah).