Brasil registra 1.308 mortes por Covid-19, maior número desde julho de 2021 

Apesar de não contar com dados de Distrito Federal e Mato Grosso, o novo boletim contém registros acumulados de São Paulo e Rio de Janeiro da última sexta-feira

  • Por Jovem Pan
  • 05/02/2022 20h21 - Atualizado em 05/02/2022 20h32
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO vítimas da covid-19 sendo enterradas O Brasil é um dos países mais afetados pela Covid-19 no mundo

O Ministério da Saúde informou, na noite deste sábado, 5, que contabilizou mais 1.308 mortes provocadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, o maior número desde 29 de julho de 2021 – na ocasião, o número divulgado pela pasta foi de 1.341. Apesar de não contar com dados de Distrito Federal e Mato Grosso, o novo boletim contém registros acumulados de São Paulo e Rio de Janeiro da última sexta-feira. Já a média móvel de óbitos em decorrência da Covid-19, que leva em consideração os dados dos últimos sete dias, chegou a 754, quantidade recorde desde agosto de 2021. O balanço de hoje também mostra que foram computadas mais 197.442 mil contaminações, aumentando a média móvel para 169.807. Desde o começo da pandemia, o país acumula 631.801 mortes e 22.666.567 casos da doença.