Com 755 novos óbitos, Brasil ultrapassa 175 mil mortos por Covid-19

Números foram atualizados pelo Ministério da Saúde na noite desta quinta-feira, 3; Ao todo, 755 novas mortes e 50 mil novos casos foram registrados nas últimas 24 horas

  • Por Jovem Pan
  • 03/12/2020 20h39 - Atualizado em 03/12/2020 21h21
Dudu Contursi/Estadão ConteúdoPaís tem mais de 6,4 milhões de infectados

O Brasil registrou 755 novas mortes e ultrapassou a marca de 175 mil mortos pelo novo coronavírus na noite desta quinta-feira, 3. Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde às 18h, até o momento, 6.487.084 pessoas do país foram contaminadas pela doença, 50.434 a mais do que nesta quarta. Desses casos, 5.725.010 foram recuperados, 586.804 são considerados como ainda em tratamento e 175.270 casos terminaram com óbito. O estado com maior número de mortes registradas é São Paulo, que tem 1.267.912 infectados (mais da metade de todo o sudeste) e 42.637 mil óbitos. Apesar disso, o Rio de Janeiro é o estado que tem maior taxa de mortalidade, com 132,6 óbitos para cada 100 mil habitantes.

O Brasil atinge a marca de 175 mil mortos no dia em que o Senado aprova a liberação de R$ 1,995 bilhão destinado à compra de imunizantes contra Covid-19 desenvolvidos pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca. A MP 994/2020, que permite o repasse de dinheiro para custear o contrato entre a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a farmacêutica britânica, será assinada pelo presidente da casa, Davi Alcolumbre, ainda nesta quinta-feira e enviada ao Diário Oficial da União. O governador de São Paulo, João Doria, afirmou que protocolos são seguidos e imunização no estado deve ser iniciada no mês de janeiro “cumprindo protocolos da Anvisa”.