Dado como desaparecido, arquiteto é encontrado morto após acidente de carro em São Paulo

Raífe Ferreira da Silva, de 26 anos, havia sido visto pela última vez na terça-feira, 12; segundo o boletim de ocorrência, ele foi arremessado pelo para-brisa dianteiro de um Hyundai/HB20

  • Por Jovem Pan
  • 16/01/2021 12h55 - Atualizado em 16/01/2021 12h57
Reprodução/Facebook/Raífe Ferreira da SilvaArquiteto Raífe Ferreira da Silva, de 26 anos,

O arquiteto Raífe Ferreira da Silva, de 26 anos, morador de Mongaguá, no litoral paulista, foi encontrado morto por volta das 4h da manhã desta sexta-feira, 15, na Rodovia Lambari, em Miracatu. Raífe estava desaparecido desde a última terça-feira, 12. Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), ele morreu após sofrer um acidente de trânsito. Aparentemente, o rapaz estava sozinho no veículo. De acordo com o boletim de ocorrência, policiais rodoviários encontraram o arquiteto no meio de uma das pistas, sendo que ele foi arremessado pelo para-brisa dianteiro de um Hyundai/HB20, a aproximadamente dois metros. Quando chegaram no local, a equipe de socorro da concessionária da rodovia já se encontrava no local e informou o óbito. Exames periciais foram solicitados aos institutos Médicos Legais (IML) e de criminalística (IC). O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo automotor pela Delegacia de Miracatu.

Nas redes sociais, amigos e familiares de Raífe, que fizeram uma ampla divulgação do seu desaparecimento, lamentaram a morte. “Meu coração está de luto, pois acabo de perder alguém muito especial para mim. Sei que os planos de Deus são maiores do que os nossos e que devemos aceitar quando chega a hora de alguém nos deixar. Mas dói, dói, dói muito saber que nunca mais poderei te ver meu irmão”, escreveu Rafael Ferreira Silva. O arquiteto havia saído de casa em seu carro, um Hyundai/HB20 preto, no dia 12. Ele havia sido visto pela última vez, segundo testemunhas, na região da cidade de Ilha Comprida.