Datafolha: 46% acreditam que Doria fez mais contra pandemia do que Bolsonaro

Presidente foi apontado por apenas 28% dos entrevistados como tendo trabalhado melhor no combate ao vírus

  • Por Jovem Pan
  • 24/01/2021 19h43
ReproduçãoJoão Doria e Jair Bolsonaro se tornaram rivais durante a pandemia

A atuação do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), contra a pandemia da Covid-19 está sendo bem vista pelos brasileiros. Em pesquisa realizada pelo Datafolha entre os dias 20 e 21 de janeiro, 46% dos entrevistados responderam que o político fez mais para o combate do vírus do que o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), que foi lembrado por apenas 28% dos participantes. 13% não souberam dizer qual dos políticos rivais trabalhou mais contra o coronavírus, enquanto 11% disseram que nenhum deles o fez e 2%, que ambos combateram a crise. A pesquisa ouviu 2.030 pessoas, por telefone, e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O capítulo mais recente do embate entre Doria e Bolsonaro durante a pandemia foi a corrida pelas vacinas. A Coronavac, imunizante produzido pelo Instituto Butantan com o laboratório Sinovac, foi a grande aposta do governador paulista e a primeira vacina a ser distribuída no Brasil. Bolsonaro sempre se opôs ao produto e nesta semana voltou a questionar a eficácia da Coronavac, mesmo com o aval da Anvisa. O presidente sempre deu prioridade para a vacina da Oxford/AstraZeneca.

A melhor taxa de avaliação do governador está entre os que se dizem com “muito medo” do vírus: 57%. Aos que responderam não temer a doença, a porcentagem ficou maior para Bolsonaro. 46% informaram que ele trabalhou melhor do que o paulista (24%). Quem está levando uma vida normal durante a pandemia acha que o presidente (46%) está na frente de Doria (28%). O contrário acontece entre quem toma cuidados (45% a favor de Doria), quem só sai de casa por necessidade (50% a 20% no tucano) e entre quem está isolado (57% a 22% para o governador).