Deputado que propôs lei contra vacinação obrigatória morre de Covid-19

Silvio Antônio Fávero, do Mato Grosso, faleceu aos 54 anos de idade após ser internado com complicações pulmonares causadas pelo novo coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 13/03/2021 20h32 - Atualizado em 13/03/2021 20h35
Reprodução Instagram SilvioFaveroMTBolsonarista, Fávero compartilhou em suas redes diversas frases do presidente da República contrárias a medidas de distanciamento social

O deputado estadual do Mato Grosso, Silvio Antônio Fávero (PSL), morreu de Covid-19 na tarde deste sábado, 13. O político tinha 54 anos de idade e estava internado desde o último dia 4 com complicações pulmonares. A notícia do falecimento foi divulgada pela assessoria de imprensa do parlamentar em suas redes sociais. “O quadro de saúde se agravou nesta madrugada chegando ao quadro de infecção generalizada”, informou o texto. Um mês antes de ser infectado pelo novo coronavírus, Fávero apresentou um projeto de lei na Assembleia Legislativa do Estado do Mato Grosso que visava permitir que cada cidadão pudesse optar pela sua vacinação contra a Covid-19.

No texto, ele afirma que “a obrigatoriedade de ser vacinado se mostra inconstitucional” porque colocaria “vidas em risco”.   Apesar de todas as vacinas aprovadas para uso no Brasil pela Anvisa terem sua segurança e eficácia comprovadas, o deputado também afirma no projeto de lei, sem apresentar qualquer embasamento científico, que os imunizantes apresentam “um risco que, sem dúvida alguma é irreparável,  já que os efeitos a curto, médio e longo prazo da vacina não desconhecidos”. Apesar disso, Fávero também apresentou propostas que tinham como objetivo desburocratizar a compra de vacinas contra a Covid-19.

Segundo a assessoria de imprensa do deputado, o corpo de Fávero será sepultado no Cemitério Jardim da Paz em Lucas do Rio Verde, município onde viveu a maior parte da sua vida. O cortejo partirá de Cuiabá às 4h da manhã deste domingo, 14, com previsão de chegada até 9h. “A família do deputado estadual Silvio Fávero agradece por todas as orações e manifestações positivas pelo pai, filho, marido, amigo, servidor Silvio Fávero, que deixa um grande legado de trabalho, alegria e amor pela vida por onde passou”, acrescenta a nota de falecimento.

*Com informações do Estadão Conteúdo