Diretor-geral da OMS parabeniza Marcelo Queiroga pelo aumento da produção de vacinas no Brasil

‘Discutimos a variante Delta, a necessidade de controlar a transmissão e a condição pós-Covid-19’, revelou o membro da Organização Mundial da Saúde

  • Por Jovem Pan
  • 05/09/2021 19h03 - Atualizado em 05/09/2021 19h22
Divulgação/Ministério da SaúdeTedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, e Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, se encontraram em Roma

Durante sua passagem por Roma para reunião com ministros de saúde do G20 (grupo das maiores economias do mundo), o chefe da pasta no Brasil, Marcelo Queiroga, ouviu (e leu) comentários elogiosos de Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), sobre sua atuação no combate à pandemia do coronavírus. No Twitter, Ghebreyesus deu sua versão sobre a conversa. Conhecei Marcelo Queiroga, ministro da Saúde do Brasil. Ele aumentou produção e compartilhamento de vacinas contra a Covid-19 na América Latina. Discutimos a variante Delta, a necessidade de controlar a transmissão e a condição pós-Covid-19. Concordamos com a necessidade de apoiar as mulheres nas profissões da saúde”, disse.

Obrigado, Tedros, por uma reunião muito produtiva. Tive o prazer de compartilhar com vocês o sucesso do programa brasileiro de vacinação Covid-19 e a expansão de nossa capacidade de produção local”, agradeceu Queiroga. O ministro da Saúde lembrou que o país já aplicou mais de 200 milhões de doses (considerando primeiras e segundas doses). “Em breve, teremos toda nossa população totalmente imunizada.”