Governo de SP pede à Anvisa urgência na vacinação de crianças entre 5 e 11 anos de idade

De acordo com o governador paulista, pedido foi formalizado após reunião com secretários estaduais de saúde que também defendem a imunização desta faixa etária

  • Por Jovem Pan
  • 03/11/2021 14h15 - Atualizado em 03/11/2021 14h37
ANDRÉ RIBEIRO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Governador João Doria em coletiva de imprensa em São Paulo 'Imunização das crianças é um importante passo para o controle da pandemia e a proteção da população', disse o tucano

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou, nesta quarta-feira, 3, um pedido de urgência para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberar a vacinação contra a Covid-19 de crianças entre 5 e 11 anos de idade. De acordo com o tucano, o ofício foi elaborado após uma reunião de integrantes de sua equipe com secretários estaduais de saúde, que também defendem a imunização desta faixa etária. “São Paulo e seus 645 municípios de São Paulo têm condições técnicas para iniciar a vacinação assim que a Anvisa liberar a aplicação no país. A imunização das crianças é um importante passo para o controle da pandemia e a proteção da população”, disse Doria.

O secretário de Saúde do Estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, também defendeu a imunização. “Se queremos promover um controle adequado da pandemia temos que vacinar toda a população”, afirmou. Na semana passada, os cinco diretores da Anvisa foram ameaçados de morte caso as crianças sejam vacinadas. A ameaça foi formalizada em um e-mail, enviado na quinta-feira, 28. Até o início da tarde desta quarta-feira, São Paulo já havia aplicado mais de 72 milhões de doses da vacina contra a Covid-19. No Estado, 83% da população já foi imunizada com pelo menos uma dose e 68,5% completou o esquema vacinal.