Estado de São Paulo tem primeira morte pela variante Delta da Covid-19

Secretaria de Saúde de Piracicaba informou que a vítima era uma mulher de 74 anos, com comorbidade e imunizada com as duas doses da vacina

  • Por Jovem Pan
  • 31/08/2021 13h47 - Atualizado em 31/08/2021 16h10
EFE/Federico Anfitti/ArchivoPiracicaba registrou a primeira morte decorrente da variante Delta

A Prefeitura de Piracicaba, no interior de São Paulo, confirmou a primeira morte decorrente da variante Delta da Covid-19 no Estado nesta segunda-feira, 30. Segundo a Secretaria de Saúde do município, a vítima é uma mulher de 74 anos, com comorbidades e vacinada com as duas doses da CoronaVac. Outros cinco casos da variante foram registrados na cidade desde o último dia 23, sendo dois homens e três mulheres com 10, 16, 41, 51 e 52 anos. Todos são monitorados pela Vigilância Epidemiológica. “A Secretaria lembra que a variante Delta (AY.4) tem maior perfil de transmissibilidade, porém, não tem apresentado aumento na letalidade ou gravidade dos casos. Mesmo assim, a pasta pede que a população siga tomando os cuidados necessários como o uso de máscara, álcool em gel, bem como evitar aglomerações”, disse. Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo informou que o caso foi reportado pela Prefeitura de Piracicaba e que os detalhes estão sendo investigados.