Ex-ministro Sergio Moro assume cargo de diretor em empresa de consultoria

O anúncio foi feito neste domingo, 29; o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro se demitiu do cargo em abril após acusar Jair Bolsonaro de tentar interferir no comando da PF

  • Por Jovem Pan
  • 30/11/2020 09h57 - Atualizado em 30/11/2020 10h01
Gabriela Biló/Estadão ConteúdoO agora ex-ministro da Justiça e da Segurança Pública do Brasil, Sergio Moro

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, foi anunciado como o novo contratado da consultoria americana Alvarez & Marsal neste domingo, 29. Em comunicado, a empresa afirmou que o ex-juiz da Lava Jato será o responsável por comandar a área de disputas e investigações a partir de dezembro. “Figura mais que conhecida nacional e internacionalmente, Moro agregará sua expertise jurídica e investigativa, somada a sua vivência na esfera governamental, aos projetos dos nossos clientes nesse importante momento de maturidade de governança das empresas não só no Brasil como no mundo”, diz o comunicado.

Segundo a empresa, o ex-ministro assume como sócio-diretor para atuar em “resoluções de disputas e estruturação para prevenção de fraudes”. Em sua conta oficial no Twitter, Moro não comentou a contratação. Ele deixou o Ministério da Justiça e Segurança Pública em abril – ao anunciar sua saída, Moro acusou o presidente Jair Bolsonaro de tentar interferir no comando da Polícia Federal (PF). As declarações de Moro se tornaram um inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF), sob relatoria do ministro Alexandre de Moraes, que apura as declarações do ex-ministro. Na última semana, Bolsonaro abriu mão de depor presencialmente no inquérito enquanto a Advogacia-Geral da União (AGU) pede que as apurações sejam arquivadas.