Flordelis afirma que filha mandou matar o pastor Anderson: ‘Não concordo com o que ela fez’

Simone, filha da deputada, afirmou que estava sofrendo abuso sexual do padrasto na época em que tratava um câncer; cantora gospel falou que se sente culpada por não ter percebido

  • Por Jovem Pan
  • 26/03/2021 10h13 - Atualizado em 26/03/2021 20h07
Reprodução/Globo/26.03.2021Flordelis disse que se sente culpada por não ter notado que Simone sofria abuso sexual dentro de casa

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ), que é uma das principais investigadas pela morte do seu então marido, o pastor Anderson, acredita que Simone, sua filha biológica, foi sim a mandante do crime. Este ano, Simone deu um depoimento confessando que foi ela quem teve a ideia de matar o padrasto, pois vinha sofrendo abuso sexual. Simone disse que entregou dinheiro para sua irmã, Marzy, para comprar a arma do crime. Marzy, que assim como Simone está presa, negou essa nova versão à Justiça. Simone também teria tentado envenenar Anderson e no celular dela foi encontrado um histórico de buscas por venenos e matadores de aluguel. As declarações de Simone na Justiça não são suficientes para inocentar Flodelis, que segue sendo investigada. Em entrevista ao “Conversa com Bial”, a deputada disse que “com muita dor” acredita que a filha é culpada.

“Não fiquei presente no depoimento da minha filha na confissão, mas já soube o que aconteceu aqui em casa, vou carregar uma culpa para o resto da minha vida, culpa por amar demais um homem a ponto de ficar cega e não ver o que estava acontecendo na minha própria casa com a minha filha, principalmente no período em que ela estava com câncer”, declarou Flodelis ao se referir aos abusos sexuais que Simone afirmou ter sofrido de Anderson. “Minha filha teve câncer, foram 35 tumores, e ela alega que houve uma cena de assédio no momento em que ela tinha chegado do hospital, da quimioterapia. Foi algo que fiquei sabendo recentemente. Não está sendo fácil por causa da culpa como mãe. Eu não vi.”

Flordelis disse que confiava completamente no marido e, por isso, ficou cega. “Ele me tratava como uma rainha e ele era um pastor”, comentou a cantora gospel. Mesmo se sentindo culpada, ela disse que Simone não agiu certo ao planejar o assassinato do padrasto. “Além de estar com câncer, ela carregava isso sozinha, em silêncio, esses assédios, esses estupros. Não estou defendendo ela, porque não concordo com o que ela fez, eu discordo cem por cento, ela não podia ter feito isso, não é matando que se resolve problema.” Flordelis acredita que a filha não falou nada antes por medo, e que só depois que o pastor morreu ela percebeu que vivia em um relacionamento abusivo, contradizendo as várias declarações de que vivia um ótimo casamento com o marido.