Guedes sobre estados e municípios fora da reforma: ‘Não nos afeta em nada’

  • Por Jovem Pan
  • 04/06/2019 21h24
Fátima Meira/Estadão ConteúdoGuedes voltou a enfatizar que a Previdência é a prioridade, e que outras reformas têm mais tempo para serem debatidas

Em sessão nesta terça-feira (4) na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que se os estados e os municípios ficarem de fora na reforma da Previdência não haverá alteração na economia de R$ 1 trilhão prevista para a União em dez anos.

“Esse é um problema político, não é nosso. Não tem nada a ver conosco e não nos afeta em nada”, declarou.

Guedes voltou a enfatizar que a Previdência é a prioridade, e que outras reformas têm mais tempo para serem debatidas. “A reforma tributária é importante, mas ainda dá tempo de conversar. Para a Previdência não dá tempo”, completou.

Polêmica

Neste sábado (1), o presidente Jair Bolsonaro defendeu a manutenção dos estados e municípios. Ele ponderou, no entanto, que há impasse na Câmara sobre a situação por conta de desgaste entre parlamentares.

O relator da reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), usou as redes sociais para anunciar que ainda “não bateu o martelo” sobre a permanência ou não.

“Isso está sendo acertado pela Câmara. O que nós gostaríamos é que fosse tudo junto”, comentou Bolsonaro. “Está esse impasse dentro da Câmara e eu não tenho nada a ver com isso. A Câmara é que decide agora”.

* Com informações do Estadão Conteúdo