Internações por Covid-19 crescem no Rio; cidade já tem o dobro de infectados de dezembro de 2021

Internações também voltaram a subir na cidade, embora número ainda seja pequeno, de acordo com dados da Secretaria Municipal da Saúde

  • Por Jovem Pan
  • 07/01/2022 19h15 - Atualizado em 07/01/2022 19h26
REGINALDO PIMENTA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO atendimento em unidade de saúde no Rio de Janeiro Rio de Janeiro vê casos de Covid-19 crescerem com espalhamento da variante ômicron

A cidade do Rio de Janeiro já tem mais que o dobro do número de novos casos de Covid-19 na primeira semana de 2022 do que registrou durante todo o mês de dezembro de 2021. De acordo com dados da Secretaria Municipal da Saúde carioca, foram 5.811 infecções pela Covid-19 no último mês de 2021, enquanto os primeiros sete dias de 2022 tiveram 12.422 novos casos da doença registrados. As internações também voltaram a subir, embora ainda estejam em níveis baixos: no início da semana, 25 pessoas estavam internadas na rede pública municipal com a doença contra 43 na tarde de hoje, e 13 pacientes estão na fila por leitos.

O Rio atingiu a maior média de novos casos diários na quinta, 6: o número chegou a 1.987 novos casos – até então, a maior média era de 1.983, registrada no dia 16 de agosto de 2021. No entanto, os momentos epidemiológicos guardam algumas diferenças: em agosto, a variante que predominava no Rio de Janeiro era a delta, enquanto agora é a ômicron. Uma maior porcentagem dos testes agora resulta positivo: cerca de 43% dos que são realizados, contra 31% em agosto. Por outro lado, em agosto, a média móvel de óbitos na cidade era de 72 mortes diárias, enquanto no momento é de zero. O Rio de Janeiro tem 94,6% da população acima de doze anos com ao menos duas doses de vacina.