Marun sobre prisão de Temer: ‘Temos absoluta convicção de que o incrível erro do Judiciário será revisto’

  • Por Jovem Pan
  • 22/03/2019 11h37 - Atualizado em 22/03/2019 11h45
Wilson Dias/Agência Brasil“Como conhecedor do Direito que ele é, sabe que está sendo alvo de prisão arbitrária e ilegal”, disse Marun nesta sexta-feira (22)

Defensor ferrenho do ex-presidente Michel Temer, o ex-ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, foi visitar o emedebista nesta sexta-feira (22), na Superintendência da Polícia Federal, no Rio de Janeiro.

Falando a jornalistas, ele contou que Temer está “extremamente triste e até indignado” com a prisão. “Como conhecedor do Direito que ele é, sabe que está sendo alvo de prisão arbitrária e ilegal”.

Para o ex-ministro, o que dizem procuradores e juízes “não interessa”, mas sim o que eles têm a provar para justificar a prisão do ex-presidente. “Em momento algum eles conseguem provar alguma coisa que justifique prisão preventiva. Então temos a mais absoluta convicção de que em brevíssimo tempo esse incrível erro do Judiciário será revisto e o presidente voltará à liberdade”.

Questionado se estava atuando na causa, Marun negou e justificou sua visita dizendo que “advogado tem prerrogativa de visitar preso, mesmo que não seja o advogado da causa”.