Ministério da Saúde anuncia acordo com Pfizer para a compra de vacinas contra a Covid-19

Pasta informou que negocia a aquisição de 70 milhões de doses do imunizante fabricado pela farmacêutica americana em parceria com o laboratório Biontech

  • Por Jovem Pan
  • 07/12/2020 22h21 - Atualizado em 07/12/2020 22h48
EFE/Justin Lane/Archivo

O Ministério da Saúde informou na noite desta segunda-feira, 7, que entrou em acordo com a Pfizer para a compra de 70 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica norte-americana e o laboratório alemão BionTech. Segundo a assessoria de imprensa da pasta, todos os termos do contrato serão finalizados até o início da próxima semana. “O governo brasileiro e a Pfizer avançam nas tratativas na intenção de compra de 70 milhões de doses da vacina da Pfizer e Biontech contra a Covid-19, a ser fornecido em 2021. Os termos já estão bem avançados e devem ser finalizados ainda no início desta semana com a assinatura do memorando de intenção.”

Nesta segunda-feira, o governo de São Paulo anunciou que começará a vacinação com o imunizante Coronavac em 25 de janeiro. Horas depois, a Anvisa informou que não recebeu os resultados da fase 3 da vacina. No Reino Unido, o imunizante da Pfizer será distribuído a partir desta terça-feira, 8, nos territórios da Inglaterra, País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte. Na semana passada, autoridades do país aprovaram o uso emergencial do imunizante desenvolvido pela Pfizer em parceria com o laboratório BioNTech. Segundo o ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, este será o “Dia V”, em alusão ao 8 de maio, data que marcou o fim da Segunda Guerra Mundial na Europa.