Ministério da Saúde diz que não existe ‘evidência de necessidade’ de vacina anual contra a Covid-19

Declaração da pasta é resposta para fala do secretário de Saúde de São Paulo, que afirmou que um novo ciclo de vacinação no Estado começará em janeiro

  • Por Jovem Pan
  • 19/07/2021 20h41 - Atualizado em 19/07/2021 21h27
Christian Rizzi/Fotoarena/Estadão Conteúdo - 26/03/2021Vacinação contra a Covid-19 começou em janeiro de 2021

O Ministério da Saúde afirmou que não existe “evidência científica” para justificar a necessidade de uma campanha anual de vacinação contra a Covid-19. A informação foi divulgada em nota enviada pela pasta nesta segunda-feira, 19. A fala do ministério veio após a declaração do Secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, que disse que a imunização contra a doença será anual e que a nova fase começará em janeiro. “O Ministério da Saúde informa que, até o momento, não há evidência científica que confirme a necessidade de doses adicionais das vacinas Covid-19. A recomendação é que estados e municípios sigam o que é definido pela Câmara Técnica Assessora em Imunização e Doenças Transmissíveis, que é pactuada entre União e gestores estaduais e municipais, e pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO)”, diz o comunicado.