Ministro Nunes Marques será o relator de ação no STF contra o aumento do fundo eleitoral

Sorteio foi realizado nesta segunda-feira, 19, mas pedido poderá ser analisado pela ministra Rosa Weber

  • Por Jovem Pan
  • 19/07/2021 20h18 - Atualizado em 19/07/2021 20h32
Edilson Rodrigues/Agência SenadoMinistro Kássio Nunes Marques está de férias

O ministro Kássio Nunes Marques foi sorteado nesta segunda-feira, 19, para ser o relator da ação movida por parlamentares no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o aumento do fundo eleitoral, aprovado na semana passada. A petição foi protocolada na última sexta-feira, dia 16, pelos deputados federais Adriana Ventura (Novo-SP), Daniel Coelho (Cidadania-PE), Felipe Rigoni (PSB-ES), Tabata Amaral (PDT-SP), Tiago Mitraud (Novo-MG) e Vinicius Poit (Novo-SP), além do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE). Porém, apesar da atribuição ao ministro, o pedido poderá ser analisado pela ministra Rosa Weber, já que Nunes Marques está de férias. Weber assume interinamente a presidência da Corte durante o recesso do Judiciário. Desta forma, ela deve decidir se a questão é urgente ou não. O pedido dos sete parlamentares é para tentar anular a votação realizada no Senado que aprovou um aumento do ‘fundão’ de R$ 1,7 bilhão para R$ 5,7 bilhão. A aprovação causou revolta em diversos setores e gerou críticas à base bolsonarista do governo.