Mulher passa mal, morre em supermercado no Rio de Janeiro e é coberta com plástico rosa

Imagens que circulam na internet mostram o corpo da vítima camuflado no interior do estabelecimento enquanto clientes continuam na fila caixa; cena causou indignação, mas loja afirma que fechou as portas

  • Por Jovem Pan
  • 14/07/2021 17h10 - Atualizado em 14/07/2021 17h50
Reprodução/Twitter/redisthenewcol1 Evangelista D. Argentina, de 60 anos, morreu após um mal súbito

Uma mulher passou mal e morreu no interior do supermercado Supermarket no bairro de São Conrado, Zona Norte do Rio de Janeiro, na terça-feira, 13. O Corpo de Bombeiros foi acionado às 16h34 para recolher o corpo de Evangelista D. Argentina, de 60 anos. A vítima foi encaminhada ao necrotério do Hospital Municipal Miguel Couto. Na ocorrência, consta que Evangelista veio à óbito após um mal súbito. Imagens que circulam na internet mostram o corpo da mulher coberto por um plástico rosa enquanto clientes continuam normalmente na fila do caixa. O corredor do estabelecimento onde a vítima estava foi interditado por quatro carrinhos de compras. A cena gerou revolta nos internautas. “Histórias que se repetem em mercados. Supermarket São Conrado, uma pessoa morta e pessoas fazendo compras. Revoltante”, escreveu um. “Cobriram o corpo, cercaram com carrinhos e continuam funcionando normalmente. O slogan do comercial diz tudo: ‘Eu quero é preço'”, criticou o outro. Em nota à Jovem Pan, a rede Supermarket, no entanto, afirma que “fechou a unidade de imediato, porém no momento a loja estava cheia e precisávamos liberar os clientes que estavam finalizando suas compras”. O supermercado acrescentou ainda que “toda assistência está sendo dada a família na realização do funeral”.