Nível de ocupação de leitos Covid-19 cai abaixo de 50% em 23 Estados

Apenas Espírito Santo, Pernambuco, Minas Gerais e Rondônia estão acima deste patamar

  • Por Jovem Pan
  • 12/11/2021 20h15 - Atualizado em 12/11/2021 21h51
Marcello Casal Junior/Agência Brasil Fachada com o nome SUS Ministério da Saúde atribui melhora nos índices da pandemia à campanha de vacinação

Os índices de ocupação de leitos de Covid-19, clínicos e de UTI, caíram abaixo de 50% em 23 estados do Brasil nesta sexta, 12, pela primeira vez desde o início da pandemia. Espírito Santo, Pernambuco e Rondônia estão em estado de alerta, com taxa de ocupação entre 51% e 69%. Minas Gerais é o único estado que apresenta situação grave, registrando taxa de ocupação em seus leitos de enfermaria Covid-19, destinados aos casos moderados e graves que não necessitam de ventilação mecânica, de 80% a 94%. Em contrapartida, é o segundo estado com menor ocupação em leitos de UTI, voltado aos casos graves e gravíssimos, com apenas 16% de ocupação.

A redução significa que os hospitais ao redor do Brasil estão registrando menos casos graves e gravíssimos de Covid-19. A média de mortes e casos também vem caindo nas últimas semanas – na quinta, 11, estavam em 222 mortes diárias e 10.433 novos casos por dia. O Ministério da Saúde atribui a queda nos números, principalmente, à campanha de vacinação que tem acelerado entre os brasileiros. O Brasil tem 76% da população vacinada com ao menos uma dose e 59,4% com o esquema vacinal completo. Em relação à população acima de 12 anos, que pode receber os imunizantes, 90,5% já passou pela aplicação da primeira dose e 69,3% já recebeu as duas doses (ou a dose única da Pfizer).